Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

TRIBUNAL DO JÚRI

Acusados de tentativa de homicídio contra policiais federais são absolvidos em Umuarama

11 de maio de 2022 - 15:27
Este navegador não suporta o leitor de texto.
Imagem de um malhete e, ao fundo, uma balança, símbolo da Justiça.
JFPR no Facebook
JFPR no Twitter
JFPR no Whats

Por quatro (04) votos a três (03), o Tribunal do Júri realizado pela Justiça Federal de Umuarama absolveu dois homens acusados de tentativa de homicídio contra policiais federais, em 2018. Os réus, no entanto, foram condenados pelos crimes desobediência, de contrabando de cigarros, direção perigosa e contra as telecomunicações (instalação ou utilização de telecomunicações – rádios de transmissão ilegais), e o outro deles pelos dois primeiros crimes (desobediência e contrabando).

Um dos condenados recebeu a pena de 2 anos, 2 meses e 10 de dias, em regime inicial aberto. A pena privativa de liberdade do segundo condenado chegou a 4 anos, 11 meses e 15 dias, sendo 2 anos, 04 meses e 15 dias de reclusão, em regime inicial fechado, por ser reincidente. Ambos ganharam o direito de recorrer da sentença em liberdade. 

O Tribunal do Júri aconteceu no Fórum da Comarca de Umuarama e foi presidido pelo juiz federal substituto da 1ª Vara Federal de Umuarama, Wesley de Oliveira Maciel. A duração total do julgamento foi de aproximadamente 14 horas. Foram ouvidas as duas vítimas, uma testemunha de acusação e duas de defesa. 

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), durante uma operação rotineira contra o contrabando na região de Umuarama, a Polícia Federal avistou três veículos em atitudes suspeitas na rodovia PR-323, nas proximidades da cidade de Cafezal do Sul. Um dos denunciados desobedeceu ordem de parada durante a abordagem e dirigiu pela contramão e pelo acostamento da rodovia em alta velocidade, obrigando os motoristas a trafegarem no acostamento para não colidirem frontalmente. O acusado também lançou fumaça na pista, deixando-a toda neblinada,  tudo para assegurar a execução e impunidade do contrabando de 50 caixas de cigarros.

O outro acusado, conduzindo outro veículo, agiu visando garantir fuga do companheiro e também dirigiu perigosamente pela rodovia PR-323, colidindo por diversas vezes com a viatura policial, assumindo o risco de provocar acidente que poderia matar os agentes policiais.

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
JFPR no Facebook (link externo) JFPR no Twitter (link externo) JFPR no Flicker (link externo)  JFPR no Youtube (link externo) JFPR no Instagram (link externo)

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www.jfpr.jus.br