Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

Indenização

ECT é condenada ao pagamento de indenização por causar acidente em Curitiba

8 de maio de 2020 - 14:33
Este navegador não suporta o leitor de texto.
Martelo de juiz com o logotipo da Justiça Federal na frente
JFPR no Facebook
JFPR no Twitter
JFPR no Whats

A Justiça Federal condenou que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) a pagar indenização a motociclista em decorrência de acidente causado por motorista da empresa. O fato aconteceu em Curitiba, quando no fim de agosto de 2019 se envolveu em um acidente automobilístico com o veículo de propriedade da ECT, que realizou manobra perigosa e proibida sem as devidas cautelas. 


A concessão do pedido de tutela de urgência foi dada pelo juiz federal da 1ª Vara Federal de Curitiba, Friedmann Anderson Wendpap, que fixou a indenização em favor do autor em um (1) salário mínimo.  A ECT deve pagar esse valor retroativo desde a data do acidente devendo, inclusive, serem pagos mensalmente até o final da ação. 


O requerente alega que em decorrência do acidente sofreu diversas escoriações, lesões, contusões e fraturas que redundaram após a alta mais de noventa dias de afastamento se suas atividades laborais. E que até hoje permanece com sequelas graves, que impossibilitam realizar atividades laborais e caseiras simples.


Em sua decisão, o juiz federal diz que “ainda que o acidente automobilístico tenha ocorrido em 2019, a presumida diminuição da capacidade laborativa do autor e as restrições de obtenção de novas fontes de renda em razão da redução da atividade econômica como consequência da pandemia do COVID19, demonstram a urgência”. O magistrado deixou ciente as partes que se houver interesse em conciliar neste momento tem prazo de 10 dias para o fato. 

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
JFPR no Facebook (link externo) JFPR no Twitter (link externo) JFPR no Flicker (link externo)  JFPR no Youtube (link externo) JFPR no Instagram (link externo)

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www.jfpr.jus.br