DECISÃO

Ex-prefeito de Pinhalão é preso preventivamente por crimes de corrupção

5 de fevereiro de 2021 - 18:49

O ex-prefeito de Pinhalão, Claudinei Benetti, foi preso preventivamente por decisão do juiz federal Marcos Josegrei da Silva, da 9ª Vara Federal de Curitiba. O ex-prefeito da cidade, que fica no norte do Estado, e mais três pessoas são investigadas por crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e organização criminosa. 

Segundo as investigações, o grupo teria participado de um esquema de licitações fraudulentas para desviar dinheiro público de contratos entre a prefeitura e o governo federal. O valor do desvio ultrapassa os R$ 25 milhões.

Em sua decisão, as prisões preventivas foram determinadas para garantir a ordem pública, a aplicação da lei penal e a conveniência da instrução criminal, pois os elementos apresentados pelas investigações são também suficientes para considerar a inviabilidade e ineficácia da aplicação de qualquer outra medida cautelar diversa da prisão para garantia da ordem pública.

O magistrado ressalta haver indícios de que a organização criminosa seguia ativa, tendo inclusive influenciado na última eleição municipal de Pinhalão/PR. Em análise preliminar das investigações, um dos aparelhos de celular apreendido durante a Operação Café Expresso, deflagrada no fim de 2020, demonstrou ativa atuação de Benetti durante as eleições municipais. 

“Assim, considero as prisões preventivas absolutamente necessárias para assegurar a ordem pública, bem como a aplicação da lei penal, em razão do livre acesso dos investigados ao chefe do Poder Executivo de Pinhalão/PR, possibilitando a reiteração da prática delitiva, a ocultação de eventuais provas ainda não encontradas e a ocultação de patrimônio, não havendo outra alternativa às suas segregações cautelares”. 

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
JFPR no Facebook JFPR no Twitter JFPR no Flicker  JFPR no Youtube

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www.jfpr.jus.br