Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

JF em Ponta Grossa realiza nova audiência pública para ouvir moradores que residem às margens da ferrovia que corta a cidade

9 de setembro de 2021 - 16:16
Este navegador não suporta o leitor de texto.
Imagem de residências construídas próximas a linha férrea.
Foto: Google Street View
JFPR no Facebook
JFPR no Twitter
JFPR no Whats

A 2ª Vara Federal de Ponta Grossa marcou para o dia 25 de outubro, às 14 horas, audiência pública para ouvir ocupantes e moradores que residem próximos das áreas de margens das ferrovias que cortam a cidade. A decisão do juiz federal Antônio César Bochenek na Ação Civil Pública (ACP), é abrir espaço de fala para que todos possam apresentar suas ponderações, documentos, entre outros pontos essenciais para o esclarecimento dos fatos e possíveis soluções em relação à ocupação irregular.

O processo que tramita na Vara Federal foi proposto pela Defensoria Pública da União, que solicita providências dos órgãos públicos e da concessionária RUMO em relação às ocupações irregulares nas faixas de domínio das ferrovias que cortam o município. 

Na mesma decisão, Antônio César Bochenek suspendeu por um ano todos os processos de reintegração e/ou manutenção de posse distribuídos ao juízo da  2ª Vara Federal de Ponta Grossa, ajuizados em face das pessoas que ocupam as faixas de domínio das margens da ferrovia. O magistrado marcou ainda outra audiência para o dia 16 de novembro para a manifestação das partes e responsáveis pela política de habitação (Ministério do Desenvolvimento Regional, a Secretaria Nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional e a Caixa Econômica Federal) Estado do Paraná, Cohapar, Município de Ponta Grossa e Prolar) para a apresentação de planos de ação para a solução do litígio. Nesta mesma audiência, ANTT, DNIT e RUMO podem também apresentar planos de ação relacionados às ocupações. 

Atualmente, tramitam na Justiça Federal de Ponta Grossa mais de 100 processos sobre o assunto. O processamento dessas ações individuais, inclusive com a realização de audiências públicas, revelou a existência de diversas situações fáticas e jurídicas que necessitam de uma resposta conjunta do Poder Público.

5011082-15.2020.4.04.7009

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
JFPR no Facebook (link externo) JFPR no Twitter (link externo) JFPR no Flicker (link externo)  JFPR no Youtube (link externo) JFPR no Instagram (link externo)

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www.jfpr.jus.br